sexta-feira, 27 de junho de 2014

Ancine abre inscrições para 20 cursos gratuitos. Escolha o seu


Cinema_PictureAgência Nacional do Cinema (ANCINE) está mobilizando esforços junto aos Ministérios da Educação e da Cultura, no âmbito do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC), para oferecer cursos de capacitação para profissionais do setor audiovisual. A viabilização dos mesmos depende da capacidade de indicar a demanda de capacitação, sob forma de lista de profissionais interessados.
Os cursos serão oferecidos no segundo semestre deste ano, a partir do mês de agosto, e serão completamentegratuitos. Os beneficiários dos cursos receberão auxílio alimentação e transporte e, ao final, um certificado. Nesse primeiro momento de implementação do Programa, os cursos serão oferecidos em 12 cidades: Manaus, Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Brasília, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre.
O PRONATEC Audiovisual consiste em 20 cursos: Aderecista; Assistente de Produção Cultural; Auxiliar de Cenotecnia; Dublador; Editor de Vídeo; Eletricista de Audiovisual; Figurinista; Iluminador Cênico; Maquiador Cênico; Operador de Áudio; Operador de Câmera; Roteirista de Animação; Sonoplasta; Tradutor e Elaborador de Legendas; Animador em Stop Motion; Desenhista de Animação; Projecionista de Exibição Cinematográfica Digital; Pós-Produtor de Animação (Edição e Montagem); Audiodescritor; e Elaborador de Legendagem Descritiva.”
Os interessados devem encaminhar nome, CPF e indicação do curso de interesse até o dia 30 junho pararenata.pelizon@ancine.gov.br

quinta-feira, 19 de junho de 2014

THE NEWSROOM

Acabei conhecendo este seriado só porque vi a figura de Jeff Daniels que não via há muito tempo no cinema. Não é um seriado fácil de se acompanhar já que tem longas falas, monólogos, discussões infindáveis, muito conteúdo político norte americano incompreensível para uma brasileira mas a premissa do roteiro é muito interessante. O que aconteceria de o âncora de um grande noticiário decidisse parar de se preocupar com o ibope, oferecendo sempre a informação mais fácil de cair no gosto da população e passasse a se comprometer em oferecer a informação de forma a visar o público a pensar sobre a realidade em que vive? Passando do princípio de que a realidade não é facilmente dividida entre bem e mal e que cada histórias tem múltiplas facetas de verdade, como oferecer todas essas opiniões sem ser tendencioso? Li em algum lugar que o roteirista andou visitando vários noticiários em seu país para poder coletar o material para esta história que parece ser muito interessante. 
Para quem se interessou, a série está disponível on-line com legendas no link: http://www.filmesonlinegratis.net/