quarta-feira, 31 de agosto de 2011

MOZART


Já que eu falei do Beethoven, vou falar também de um outro lendário da música clássica: Wolfgang Amadeus Mozart. Tem um monte de gente que torce o nariz quando se fala de música clássica mas é fato que dizer que não gosta é uma certa hipocrisia. A música clássica esta viva e presente nos comerciais, nas melodias das músicas, nos filmes, nas novelas, nos desenhos e em tantas outras formas de manifestação da comunicação e da arte contemporânea. Os clássicos alimentam o presente e por isso são tidos por imortais. Quem na atualidade pode dizer que alcançou este nível? Já vi gente se matando por conta dos Menudos, dos Black Street Boys, do RPM e hoje em dia, quem é que liga? Estes foram famosos mas não se tornaram parte da cultura humana. Mozart é talvez o nome mais conhecido da música erudita. Nascido em 1756, em Salzburgo, aos 3 anos já demonstrava vocação para a música, compondo aos 6 anos. Ao longo de sua carreira, criou um número absurdo de obras, entre óperas, sinfonias, concertos, sonatas para piano, violino e dezenas de instrumentos, muitos desses trabalhos considerados verdadeiras obras-primas. Entre várias de suas composições, destacam-se as óperas:

AS BODAS DE FÍGARO

DON GIOVANNI
Esta cena foi tirada de um ótimo filme sobre a vida de Mozart chamado AMADEUS.

A FLAUTA MÁGICA

Esta última foi composta no ano de sua morte, aos 35 anos. Apesar de toda a sua genialidade, Mozart viveu e morreu quase na pobreza.

Quem quer aprender um pouco mais sobre música clássica sem muita dor (rs) pode assistir ao anime NODAME CANTABILE. Como se trata de um anime de humor, é uma forma leve de ter os primeiros contatos com os grandes mestres da música clássicas através dos estudos do estranho casal formado por um egocentrico maestro e uma transloucada pianista.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

LUDWIG VON BEETHOVEN

Um dos maiores compositores alemães (junto com Bach), Beethoven nasceu em Bonn, distante 34km de Colônia. Começou a estudar música por imposição do pai. Em 1972, com 22 anos, foi estudar em Viena, tendo aulas com mestres como Haydn e Salieri, quando começou a fazer sucesso. Marco em sua biografia é a surdez, que daria os primeiros sinais em torno de seus 30 anos. Pensa em suicídio, mas a música fala mais alto. Influenciado inicialmente por Mozart (observado no estilo de sua Primeira Sinfonia), impôs seu estilo trágico e melancólico, característico do Romantismo, e mais adiante o interiorizado e altamente complexo Nona Sinfonia que marcou a sua genialidade. Morreu sem ouvir boa parte de suas obras finais. Existe um filme sobre a vida de Beethoven chamado Minha Amada Imortal. Esta cena que eu achei no Youtube no entanto não é desse filme. Mas como achei a cena interessante, estou postando.
No entanto a obra que eu gosto mais dele é essa Claro de Luna.
Versão de Piano
Versão em guitarra
Também encontrei essa pequena animação sobre a vida de Beethoven. Enjoy. :p

domingo, 28 de agosto de 2011

O CINEMA ALEMÃO

O cinema na Alemanha já começou influenciando a história da sétima arte. Na primeira década do século 20, surge o expressionismo alemão, movimento que traduzia o panorama sombrio e pessimista que se vivia entre a Primeira e a Segunda Guerra Mundial, com especial domínio técnico de fotografia e iluminação. Clássicos exemplos, e imperdíveis a cinéfilos, são:

O Gabinete do Dr. Caligari (1919), de Robert Wiene

Nosferatu (1922), de Friedrich Murnau (perdão pelo comercial tosco, não achei um sem ele)

Metrópolis (1926), de Fritz Lang

No período nazista prevaleceu o cinema panfletário da polêmica documentarista Leni Riefenstahl, a cineasta do III Reich, falecida em 2003, aos 101 anos. Você quer saber como os nazistas conseguiram manipular a opinião de todo um povo ocultando todas as atrocidades que estavam sendo cometidas por tanto tempo? Então tem que estudar essa figurinha. Todo o delírio de superioridade ariana, em especial, do povo alemão, está permeado em suas obras. Como eu sempre digo, na lógica da comunicação em massa não importa muito a história que você conta e sim o COMO você conta.


O pós guerra traz o Novo Cinema Alemão, menos enfocado em questões políticas do que em conflitos intimistas, relações humanas e espaço físico. Destacam-se nessa fase - em filmes de caráter autoral e nem sempre de fácil bilheteria:

Aguirre, a Cólera dos Deuses (1972), de Werner Herzog


O Desespero de Veronika Voss (1981), de Rainer Fassbinder


Paris, Texas (1984), de Wim Wenders


Após uma certa lacuna, o cinema alemão retorna no início do século 21 com dinamismo e intensidade, apresentando filmes criativos, ousados e sem medo de tocar em antigas feridas. Recentes sucessos foram:

Corra Lola, Corra (1999), de Tom Tikwer


Lugar nenhum na África (2001), de Caroline Link, vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro.


Adeus Lênin (2003), de Wolfgang Becker

A Queda (2004), de Oliver Hirschbiegel
Perceba-se que, por conta de todas as abominações de Hitler que estendeu sobre o povo alemão um estigma, afinal, para aquele pais destruído, Hitler foi um herói até a história dizer o contrário, é algo muito dificil e delicado tocar nesta parte da história, pois o fantasma do nazismo ainda vaga pelo mundo assim todo o medo, asco e ódio que ele provoca. Por conta disso, tais filmes sendo feitos por um alemão são dignos de aplausos tanto pela coragem quanto pela captação de recursos para sua feitura.

A vida dos outros (2006) de Florian Henckel von Donnersmarck, também oscarizado.


E por fim A fita branca (2009), de Michael Heneke

Assistir a um filme alemão é uma daquelas coisas que você faz aos poucos, se dando um tempo para pensar e absorver o que foi visto, sem fórmulas prontas fáceis e rápidas como ocorre com o cinema norte americano. Para aqueles que desejam um pensamento mais profundo sobre a natureza humana.



sexta-feira, 26 de agosto de 2011

PIANO X PREGUIÇA

O que será mais inerente ao ser humano? A preguiça que hoje em dia traduzimos como conforto ou o divertimento? Este vídeo mostra uma ação feita em conjunto entre uma agência de publicidade e a Wolks num metrô da Suécia. O que aconteceria se a escada do metrô fosse transformada em um enorme piano? Será que as pessoas prefeririam ir pelas escadas rolantes ou mudariam seus hábitos por conta do divertimento? O resultado você vê nesse vídeo.


A Fun Theory conta com várias ações como esta que tentam mudar os hábitos dos moradores da Suécia. Bem que podiam implementar uma idéia dessas por aqui. Veja mais algumas experiências.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

CENAS INESQUECÍVEIS DO CINEMA

QUERO SER GRANDE com TOM HANKS
Essa é uma cena antológica das sessões da tarde. A fórmula já é antiga e velha conhecida dos filmes norte americanos. A cada geração uma nova versão da criança que acorda adulta é filmada nas telonas.

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

FRANZ KAFKA


Só agora que percebi que não falei sobre a vida e obra de um escritor que eu gosto muito, o Franz Kafka. Então, vamos preencher essa lacuna. Precursor da literatura moderna ocidental, especialmente do conto, Franz Kafka nasceu (1883) e morreu (1924) em Praga, sem reconhecimento pelo seu trabalho. No leito de morte, pediu ao amigo Max Brod que queimasse seus textos, pois se envergonhava deles e acreditava que nunca deveriam ser lidos. Brod não o obedeceu e, graças a ele, sobreviveram obras que hoje fazem parte da biblioteca de clássicos da literatura mundial. "Uma manhã, ao despertar de sonhos inquietantes, Gregor Samsa deu por si na cama transformado num gigantesco inseto", narra o autor no início de A Metamorfose (1916), na qual um homem acorda transformado em uma barata. Em O processo (inacabado, publicado em 1925), Kafka se espelha no personagem Josef K. ( o K. não é mera coincidência), um procurador de banco que se vê vítima de um processo judicial aparentemente sem motivos e sem fim. Era assim que Kafka se via: injustiçado, sem reconhecimento. E é assim a sua literatura, impregnada de dor, feita para não ser bonita. Advogado, em 1920 abandonou o emprego em uma companhia de seguros devido à tuberculose, doença que o levaria à morte em um sanatório. Logo a seguir, suas obras foram publicadas e viraram sucesso. Hoje, nas ruas de Praga, o semblante franzino de Kafka se espalha, estampando canetas, velas, porta-cigarros e camisetas da cidade.

terça-feira, 23 de agosto de 2011

PARA QUEM ACHA QUE ESTÁ TENDO UM DIA RUIM...

No início do século 20, um dos poucos territórios ainda inexplorados era o Polo Sul. Disputavam o título do primeiro homem a chegar lá o capitão inglês Robert Falcon Scott e o norueguês Roald Amudsen. Foi Scott quem primeiro realizou uma expedição a Antártica, em 1901, sem sucesso (da qual participou o irlandês Ernest Schacleton, que depois também tentaria chegar ao polo por conta própria, em 1907, numa aventura bastante interessante - seu navio ficou encalhado no gelo por meses). Em 1911, nova viagem, desta vez com investimentos pesados - Scott amparado pelos recursos financeiros do então Império Britânico e Amundsen, agora também a caminho, amparado por seu conhecimento e preparo técnico (o que faltava ao inglês). Scott desembarcou primeiro, e enquanto sua equipe aguardava no barco, partiu pelo continente gelado com quatro homens rumo ao Polo Sul. Ao final da viagem, a decepção: descobriram que Amundsen estivera lá um mês antes deles. Abatidos com a decepcionante surpresa, despreparados, sem agasalhos suficientes, sem comida e com gangrena nos pés, a viagem de volta do grupo tornou-se um cruel martírio, que terminou com a morte de todos, a apenas 20 km do acampamento base. Vários livros discorrem sobre a incrível história, como A pior viagem do mundo, escrito por Apsley Cherry-Garrard (um dos membros da equipe de marinheiros que aguardou na embarcação), A última Expedição, do próprio Scott, e o ótimo O Último Lugar da Terra, de Roland Huntford.



segunda-feira, 22 de agosto de 2011

SHINIGAMI NO BALLAD

E já que estou falando de animes, faz um tempo que estou querendo postar sobre essa série curtinha, só 6 capítulos. Ela conta a história de uma shinigami que só atende crianças (shinigami é uma entidade da lenda japonesa, algo como um deus da morte ou emissário da morte). Apesar do tema ser pesado, a forma como a trama é desenvolvida é leve, dando um ar de sonho para as narrativas. Você pode baixar a série inteira com legendas em português no site http://www.animes.adv.br/anime/shinigami-no-ballad

domingo, 21 de agosto de 2011

MUSHISHI

Mushishi é um anime que narra a história de um especialista em entidades sobrenaturais japonesas. Como se trata de um anime mais focado no publico adulto, tem uma narrativa mais lenta, cheia de suspense, com roteiros mais complexos e elaborados. Para quem ainda se lembra da extinta série, parece um pouco com os melhores dias do Arquivo X. Contando com uma história fechada em cada capítulo, o passado e a personalidade do personagem principal vai aos poucos sendo desvendado junto com outros tantos mistérios que rondam sua realidade. Um prato cheio para quem gosta do gênero. Você pode baixar a série inteira com legendas em português no site http://www.hinata.xpg.com.br/paginas/index2.php?page=magmadiver/mushishi.html

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

THE BEATLES

Considerada a maior banda de rock de todos os tempos, surgiu em 1957, estourando nos anos 60, já com sua formação final. John Lennon, Paul MaCartney, George Harrison e Ringo Starr começaram no estilo certinho, mas logo tornaram-se ícones da contracultura mundial, com uma postura mais crítica e letras contestadoras. A beatlemania varreu o mundo e nunca a idolatria e a histeria estiveram tão presentes. Destacam-se entre suas canções:
HELP

TWIST AND SHOUT

Essa aí ficou famosa na minha geração pelo filme Curtindo a Vida Adoidado. Para quem ainda não viu uma ótima sessão da tarde.

LUCY IN THE SKY WITH DIAMONDS
Essa música se tornou polêmica pelas iniciais de suas palavras: LSD, a tal droga alucinógena tão em voga na época. Os Beatles fizeram tanto sucesso na época que chegaram a ter séries animadas como a que você vê nesse clip. Eu me lembro particularmente dessa música por conta da cena de um ótimo filme. Não me lembro muito bem como ficou o título desse filme mas acho que é Meu nome é Sam.

YESTERDAY

LET IT BE

E centenas de outras que até hoje tocam frequentemente. O grupo se desfez em 1970, e as esperanças de seus fãs de um retorno acabaram com o assassinato de John em 1980. Em 2001, morre George.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

WILLIAN SHAKESPEARE

O dramaturgo mais encenado do planeta nasceu em Stratford-upon-Avon em 1564. Suas peças abordam a complexidade da natureza humana, entre comédias:
SONHOS DE UMA NOITE DE VERÃO

A MEGERA DOMADA
que já chegou até as nossas novelas...

O MERCADOR DE VENEZA

Tragédias
ROMEU E JULIETA

HAMLET (alguns dizem que o Rei Leão da Disney seria uma versão de Hamlet)

REI LEAR

OTELO

MACBETH

e dramas históricos.
HENRIQUE V

RICARDO III

Com uma biografia um pouco obscura e um vasto número de obras publicadas, já levantou-se a hipótese que alguns de seus textos teriam sido escritos por outras pessoas. Sem maiores provas, Shakespeare continua a ser o maior nome da dramaturgia de todos os tempos, e até hoje matéria -prima do cinema.

domingo, 14 de agosto de 2011

KESSLERS KNIGGE

Esse alemão é famoso por seus vídeos com 10 coisas que você não deve fazer em várias situações. Amanhã, segundona, dia de procurar emprego, trago então um vídeo bem didático daquilo que você NÃO pode fazer em uma entrevista de emprego (rs).

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

AXIS OF AWESOME PROVA QUE É FÁCIL AGRADAR

Esse grupo australiano prova que nada se cria tudo se copia ou pelo menos que somos incrivelmente repetitivos (rs).

terça-feira, 9 de agosto de 2011

EXPOSIÇÃO CELESTE

Tem alguns meses que estou trabalhando em fotografias do céu. Tudo bem, não é uma idéia muito original, mas já tenho coletado algumas imagens interessantes que vou apresentar nessa mini exposição virtual.










terça-feira, 2 de agosto de 2011

UMA PAUSA PARA OS NOSSOS COMERCIAIS

Para quem odiava o Meu Querido Ponei, toda a verdade revelada nesse comercial (rs).