terça-feira, 31 de janeiro de 2012

15 DICAS PARA RETRATOS por KARL SHAW

Não achei nenhuma imagem dele para postar aqui então vai essa mesmo de autor desconhecido.

01 PREPARE-SE A preparação é o segredo. A modelo, a maquiagem, o cabelo, os acessórios e as roupas são elementos que devem ser pensados bem antes de você sequer esticar a mão para pegar a câmera.
02 TENHA UMA IDÉIA Mais uma vez: antes de pegar a câmera, pense no ambiente em que vai fotografar. Você prefere um fundo simples ou uma foto em locação? Há algum tema a explorar? Alguns acessórios e um pouco de fumaça adicionada na pós-produção ajudam a criar atmosfera e aumentar a sensação de drama.
03 ILUMINAÇÃO Você não precisa de luzes de estúdio profissionais ou flashes caros para criar retratos de babar. A luz natural é a melhor que existe - ela está sempre à disposição, e é de graça! Acrescentar um pouco de difusão para criar brilhos suaves.
04 OLHE NOS MEUS OLHOS Parece óbvio, mas é essencial que os olhos estejam no foco. Escolha um ponto focal na câmera e posicione-o exatamente sobre o olho de seu sujeito. Escolha um tempo de obturador de, ao menos, 1/60 de segundo, para evitar qualquer borrão de movimento.
05 OUSE! Uma simples inclinação da câmera pode criar uma dinâmica e um visual ousado em uma foto de corpo interior que normalmente seria banal - especialmente se a cena tiver um clima minimalista.
06 FUNDO COM TEXTURA Procure por planos de fundo interessantes. Uma velha porta de madeira caindo aos pedaços proporciona textura e atmosfera à foto. Uma luz "dura" pode ser usada para realçar os detalhes. 
07 CONTE UMA HISTÓRIA Ao posicionar o modelo em uma locação adequada, começamos a formar a cena e a contar uma história. Todos os elementos da imagem devem se complementar entre si. 
08 USE A REGRA DOS TERÇOS Não é apenas para as paisagens. No exemplo acima, o olho da modelo repousa perfeitamente em uma intersecção de linhas de terços.
09 CLIQUE A PARTIR DO QUADRIL Fotografe da altura do quadril ou mais de baixo ao fazer retratos de corpo inteiro. Isso alonga a pessoa, criando a impressão de altura e elegância.
10 SEJA ORIGINAL Um simples corte na câmera pode transformar uma foto de rosto comum em lago mais "artístico".
11 GIRE A MODELO Rotacione um pouco a câmera para que a modelo fique enviesada no quadro. Esse é um método eficaz para "emagrecer" a pessoa.
12 QUEBRE AS REGRAS Peça que a pessoa olhe para outro lado: isso dá à imagem um clima diferente de um retrato normal.
13 MONOCROMIA Um clássico retrato em preto e branco é imbatível: classudo, atemporal e sem a poluição das cores.
14 PÓS-PROCESSAMENTO Remova manchas, suavize a pele e aplique reforço de nitidez nos olhos. Uma vinheta sutil atrai o olhar do espectador para o assunto.
15 SEJA CRIATIVO COM A LUZ Uma luz contínua projetada através de uma veneziana fechada cria contraste e interesse. 

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

SE TORNANDO UM FREELANCER

Está pensando em se tornar um freelancer e trabalhar em casa fazendo criações visuais? Então dê uma lida no Guia do Ilustrador, disponível para download e tenha um bom começo. Juro que não estou ganhando dividendos pela promoção. Na verdade, nem o autor está. Você pode baixar gratuitamente o livro no site http://www.guiadoilustrador.com.br/Guia_do_Ilust.pdf
Boa leitura

sábado, 28 de janeiro de 2012

EUA - SOPA E CAÇA ÀS BRUXAS


Norte americano é cheio de caçar uma bruxa quando os problemas apertam por lá. É mais fácil direcionar a insatisfação da população para algo concreto do que ver ela se espalhar e se voltar contra os governantes. Foi assim na época do comunismo e agora está sendo assim com a internet sob a bandeira da "Pirataria tá tirando emprego e dividendos dos pobres norte americanos". Não sei quanto a vocês mas mesmo sendo uma das adeptas dos downloads eu sempre acabo comprando aquilo que eu gosto pelos meios convencionais. Apenas tenho mais liberdade de escolha e não fico à mercê das rede globo da vida. De uma forma ou de outra, aqui está o quadro atualizado do que está acontecendo com os servidores norte americanos. Além da prisão com pena duríssima para o dono do Megaupload (alguém tem de servir de bode expiatório), aliás, que foi mais dura do que penas de assassinatos e crimes hediondos, o quadro dos demais servidores é o seguinte:
MegaUpload – Fechado.
FileServe – Fechando, não vende premium.
FileJungle – Excluindo arquivos. Bloqueado nos EUA.
UploadStation – Bloqueado nos EUA.
FileSonic – desabilitado
VideoBB – Fechado! deve sumir em breve.
Uploaded – Banido dos EUA e o FBI vai atrás dos donos, que sumiram.
FilePost – Deletando todo material (so vão deixar executaveis, pdfs, txts)
VideoZer – Fechando e bloqueado nos paises afiliados aos USA.
4shared – Excluindo arquivos com copyright e aguarda na fila do FBI.
MediaFire – Convocado a depor nos proximos 90 dias e tera de abrir as portas pro FBI
Torrente org – poderá sumir com tudo em até 30 dias; “ele está sob investigaççao criminal”
Rede Share mIRC – aguarda a decisão do caso Torrente para continuar ou encerrar tudo.
KoshiKO – operando 100%, Japão não ira aderir ao SOPA/PIPA
Shienko Box – operando 100%, china/korea não irão aderir ao SOPA/PIPA
ShareX BR – grupo UOL / BOL / iG dizem que não irão aderir ao SOPA/PIPA
Ainda não ouvi nada sobre o Youtube, porém, tudo indica que ele é o próximo a entrar na dança. 2012 vai ser mesmo o ano do fim do mundo. Do mundo virtual. Mas como é que os Maias sabiam da internet? Os caras eram bons mesmo! (rs)

segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

CAFÉ TACVBA

Vamos falar de uma banda mexicana, só para variar. Essa banda já é velhinha (existe desde 1989) e faz o que hoje se chama de rock alternativo ou se preferirem o chicano rock (rs). Esse V que tiveram que colocar no nome foi por causa de uma ação que o restaurante TACUBA, localizado na cidade do México, moveu contra a banda. Fizeram a trilha sonora de vários filmes de língua espanhola e seguem firme e forte dentro do mundo musical. Lembram em alguns pontos os Titãs em inicio de carreira. 

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

TOY RACE


Toy Race from Acmafia Creative Studio on Vimeo.

Inspirado pela imaginação infantil, o diretor de criação Antonio Carlos Mafia criou a animação Toy Race, que mescla fotografia e 3D para mostrar uma corrida disputada entre brinquedos, em um curta-metragem dinâmico e criativo. Toda a produção cenográfica foi realizada com os brinquedos de Melissa, a filha de dois anos de Antonio. A esposa do diretor produziu 1 mil estrelinhas de origami, que formam uma colorida pista de corrida para os personagens. O vídeo foi gravado com uma câmera EOS Canon 7D, na sala da casa de Antonio, onde Melissa costuma mergulhar em um mundo mágico com seus brinquedos. Os personagens foram modelados em 3ds Max e renderizados em mental ray. A composição foi feita no After Effects.
"Foi uma ideia de pai de primeira viagem", conta Antonio "Quis fazer algo dinâmico e divertido misturando técnicas e equipamentos que tinha à disposição". 

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

APRENDA A FOTOGRAFAR

A Canon, marca líder em câmeras DSLR do mundo e do Brasil, não deixou a eterna rival Nikon brilhar sozinha. O Canon College (www.canoncollege.com.br), também devotado em princípio a apresentar as técnicas fotográficas a entusiastas e iniciantes, é coordenado por Victor Marim, fotógrafo e especialista em Câmeras EOS da Canon. Embora o curso já exista no Japão e outros países, foi necessário fazer adaptações no conteúdo para o Brasil, como por exemplo a inclusão de temas de História da Arte. Também não é necessário que o aluno leve equipamento próprio, pois câmeras são disponibilizadas para testes durante a aula, que também ocorre num sábado, durante o dia todo. O diferencial da Canon College é que as inscrições são feitas on line e não é cobrado nada pela aula, diferente da Nikon  0800-88-NIKON (64566) e da Sony www.sonyeduca.com.br , bastando inscrever-se e comparecer. Em apenas dois dias foram preenchidas todas as vagas da primeira aula para 150 alunos e o site passou automaticamente a acumular inscritos para as aulas seguintes. 

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

SINÉAD O'CONNOR

Que tal começar essa segunda-feira falando de música?

Bem, pra quem não conhece essa é Sinéad O'Connor, acho meio impossível ninguém em algum momento da vida não ter ouvido falar nela, pois ela gerou muita polêmica - polêmica mesmo, ok? Nada do que dizem estar fazendo Lady Gaga.

Uma das mais controversas cantoras pop da década de 90, Sinéad O’Connor aos poucos se tornou um dos nomes mais influentes entre as vocalistas que surgiram depois dela. Seu visual raivoso, com a cabeça totalmente raspada, sempre aparentando mau-humor e vestimentas desestruturadas, fizeram de Sinéad um ícone feminista ao mostrá-la de forma oposta ao que estávamos acostumados em relação à feminilidade e sexualidade. A cantora conseguiu, com isso, mudar a imagem da mulher no rock, deixando de lado estereótipos e provando que não é necessário ser um objeto sexual para ser levada a sério.

Nascida em Dublin (Irlanda), Sinéad teve uma infância difícil, com seus pais se divorciando quando tinha apenas 8 anos. Aos 19 perdeu a mãe, a quem acusava de abusos, em um acidente automobilístico. Antes disso, foi expulsa de uma escola católica, presa por roubos em lojas e internada em um reformatório (as famosas "Lavanderias de Magdalene"). Apesar dos problemas, a sorte parecia sorrir e, quando tinha 15 anos, foi descoberta por Paul Byrne, baterista de uma banda irlandesa, enquanto cantava em um casamento.

Em 1985 assinou contrato com a Ensign Records e mudou-se para Londres, onde gravou o álbum "The Lion and The Cobra", um dos discos mais festejados pela crítica musical em 1987.


Em 1990, Sinéad lançou o disco “I Do Not Want What I Haven´t Got”, álbum da música “Nothing Compares 2 U”, onde ficou mundialmente conhecida:


"Black Boys On Mopeds", do mesmo disco, narra um fato real. Um garoto negro pilotava uma moto de noite em Londres e foi perseguido pela polícia, sob suspeita de ter roubado a moto. Sabendo muito bem o tratamento que a polícia dava aos negros, ele fugiu. Na fuga, acidentou-se e morreu. O caso resultou numa questão judicial que só foi encerrada no dia 3 de janeiro deste ano, com a punição dos policiais envolvidos.


Em 1992, após lançar "Am I Not Your Girl" a cantora finalmente aceita o convite para se apresentar no Saturday Night Live, um dos programas mais assistidos dos EUA. No final da apresentação, Sinéad rasga uma foto do Papa João Paulo II, em protesto aos abusos sexuais cometidos por membros da Igreja Católica. O programa era transmitido ao vivo e os produtores nada puderam fazer. A partir do dia seguinte, uma onda de reclamações e acusações contra a cantora se espalhou mundialmente. Confira o vídeo abaixo:


Em 1994, Sinéad volta à música pop com o disco “Universal Mother”, no mesmo ano divulga que não falará mais com a imprensa por tempo indeterminado. Deste álbum, confira a interpretação de "John I Love You", música feita para seu irmão caçula. Este vídeo foi gravado em um show histórico realizado na cidade de Dublin em 2002, marcando o reencontro da cantora com seu público depois de quase uma década sem se apresentar em sua cidade natal.


Tendo lançado uma compilação três anos depois, Sinéad só volta em 2000 com um álbum cheio, o disco “Faith and Courage”.


Abaixo o clipe de "When You Love", música que Sinéad fez para a trilha sonora do filme "Rugrats In Paris" no mesmo ano:


Citei aqui apenas os álbuns mais importantes de Sinéad. Agora, em fevereiro de 2012, será lançado o 13º álbum da cantora, "How About I Be Me (And You Be You)?". Este álbum estava previsto para maio de 2011 com o título "Home", mas na última hora a cantora alterou seu projeto. Confira sua nova música ;-)

sábado, 14 de janeiro de 2012

JULES CHÉRET

Esse francês (1836-1932) foi um famoso pintor e litógrafo que inovou na criação de cartazes publicitários artísticos. Combinava imagens com textos curtos permitindo uma leitura rápida e uma fácil absorção da mensagem. Usava muito a figura feminina em suas ilustrações, todas sensuais o que na época causava forte impacto emocional atraindo o olhar. Como utilizava sempre cores fortes, ajudou a mudar o cenário parisiense da época pois permitiu o surgimento da arte mural ao utilizar tintas resistentes à chuva.





sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

FOTOCLUBE DE SÃO BERNARDO DO CAMPO


Bem povo, recebi os dados da Confederação Brasileira de Fotografia para a montagem do fotoclube. O primeiro passo do roteiro é organizar uma reunião com todos os interessados em participar. Estou aceitando sugestão de lugares. O melhor é que façamos essa reunião num sábado ou domingo.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

LOBO SOLITÁRIO

Um dos maiores épicos da HQ mundial

Segundo o escritor Kazuo Koike,a inspiração para criar Lobo Solitário surgiu quando ele leu que o clã Ogami, que detinha o posto de Kogi Kaishakunin (oficial da morte, executor) do Xogum caiu em desgraça em 1655, com a família Yagyu (tradicional aliada do Xogunato Tokugawa) assumindo para si o posto. Baseado nisso, o autor criou a história dos últimos sobreviventes da família Ogami, pai e filho - vítimas de uma conspiração dos Yagyu, que decidiram tomar para si próprios o posto de executores oficiais - e decididos a se vingar superando os Yagyu naquilo que o clã fazia de melhor: assassinatos! Como principal vilão, uma figura histórica menor, Retsudo Yagyu, um dos membros menos conhecidos da famosa família de samurais (historicamente, um simples monge budista). Para fazer a arte da série, Koike chamou Goseki Kojima, que até então era um autor relativamente novato e desconhecido que já trabalhara com Koike em um bem sucedido mangá de samurai, Kubiriki Asa (Decapitador Asa), e tinha demonstrado talento para este gênero. Assim, em setembro de 1970 a antologia de mangá semanal japonesa Action começou a publicar um novo mangá de samurai chamado Kozue Ookami (numa tradução literal, "o lobo acompanhado de seu filhote") em substituição a Kubikiri Asa. Os dois trabalhos eram, porém, bem diferentes em seu conteúdo. O herói de "Asa", Asaemon, era um fiel servidor do Xogum e irrepreensível seguidor do código de honra samurai (o Bushido), um verdadeiro modelo de "herói clássico" japonês, apesar de sua profissão de carrasco. Enquanto isso, o principal protagonista de Lobo Solitário à primeira vista só poderia ser classificado como um assassino frio e impiedoso, capaz de fazer qualquer coisa (honrada ou não) para conseguir seu objetivo, embora fosse dono de uma nobreza interior claramente visível para aqueles que acompanhassem o desenrolar de suas histórias. Ironicamente, o personagem era antes dos acontecimentos que o levaram a seguir a trilha do assassino, um nobre e fiel executor a serviço do Xogum, tal como seu predecessor nas HQs. 
Mais importante, ao contrário de "Asa" (e da inconsistente tradução de seu título para o português, o "Lobo Solitário" não era solitário, ele tinha um importante co-protagonista: Daigoro, seu filho. Não apenas uma testemunha muda dos crimes de seu pai. Daigoro era cúmplice e ajudante deste. A inspirada inclusão da criança no mangá fez deste um trabalho verdadeiramente revolucionário. A dualidade do personagem, ora uma criança inocente em um mundo violento, ora um assassino calejado (verdadeiro "lobo em pele de cordeiro", por assim dizer), deu a Lobo Solitário uma sofisticação que os trabalho anteriores de seus criadores não poderiam igualar e é uma das principais razões do sucesso da obra tanto no Japão quanto no ocidente. A outra é, sem dúvida, a impecável arte de Kojima. Embora na altura ainda fosse um artista novo (seu primeiro trabalho foi publicado em 1967), ele revela uma surpreendente maturidade artística no mangá. Seu realismo e atenção a detalhes já eram visíveis em suas obras anteriores, mas em Lobo Solitário ele foi, tal qual uma boa espada samurai, forjado até a perfeição. Além disso, ele demonstrou uma narrativa impecável - quase cinematográfica. Vale a pena destacar que, quando de sua primeira publicação nos EUA décadas depois, seus desenhos impressionaram toda uma geração de artistas ocidentais, como Frank Miller que tem pelo menos uma obra nitidamente inspirada no Lobo Solitário chamada Ronin. A sombra que esta obra lançou sobre os trabalhos anteriores de seus criadores é bastante visível quando Asaemon acaba como um coadjuvante de Lobo Solitário. Fica claro nesse ponto que os criadores estavam rompendo com o passado e fazendo de Lobo Solitário sua mais importante criação. E não foi à toa. A obra fez um tremendo sucesso quando de sua publicação original. Gerou até uma série de filmes para o cinema, lançados enquanto o mangá ainda estava sendo publicado. 
No final, a história se estendeu por cerca de 8400 páginas (número deveras impressionante, comparável ao total de páginas do mangá que é considerado o maior sucesso comercial da história dos quadrinhos: Dragonball), contando (diferente de muitos mangás) com um bem-estruturado desenvolvimento até chegar ao clímax e um desfecho irrepreensíveis.
Claramente, a série foi encerrada não por falta de vendas (eterna inimiga das HQs mais sofisticadas) ou por cansaço dos autores (causa da morte da grande maioria dos mangás de sucesso), mas por escolha dos próprios criadores. Mas o que levou Koike e Kojima a matarem sua "galinha dos ovos de ouro"?
O próprio Koike deu a resposta em uma entrevista para uma publicação especializada norte-americana anos atrás. Segundo eles, mostrar a passagem das estações do ano no mangá, acompanhando a passagem destas durante a publicação original da obra, era algo que ele não só gostava de fazer, como achava essencial para o clima da história. Após alguns anos, porém, Koike percebeu que o passar das estações iria necessariamente resultar no envelhecimento de Daigoro. Koike não queria que ele envelhecesse e perdesse sua pureza infantil, característica essencial do personagem, e resolveu deixar de monstrar a passagem das estações. Isso fez com que o escritor gradualmente fosse perdendo o interesse em continuar a série e decidisse por encerrá-la após criar um longo arco onde fechou todas as tramas em aberto. Isso fez de Lobo Solitário uma obra completa, com início, meio e fim, que se tornou um dos grandes épicos da HQ mundial. 

sábado, 7 de janeiro de 2012

FOTOCLUBE EM SÃO BERNARDO DO CAMPO

Olá povo. Estamos montando um Fotoclube em São Bernardo do Campo. Quem tiver interesse em participar é só me mandar o nome para que eu possa chamar no dia da primeira reunião. Um Fotoclube é um espaço para fotógrafos amadores e profissionais trocarem figurinhas, equipamentos e organizar excursões entre outras coisas. Ele é registrado na Confederação Brasileira de Fotografia, por isso também vamos ter a oportunidade de saber sobre o que acontece no Brasil na área de fotografia, incluindo concursos, exposições, etc. E pra quem acha que São Bernardo não tem paisagens interessantes aí vai uma imagem da Billings em várias versões digna de qualquer cartão postal.




segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

LISTA DE VIDEOCLIPS

Bom seguindo tradição das listas de virada de ano, estarei trazendo algumas listas interessantes para vocês se divertirem neste primeiro mês do ano. E que venha 2012.

OS 7 MELHORES VIDEOCLIPS DO ANO DE 2011
Eleitos pelos leitores da revista Nerve (norte americanos é claro) essa lista mostra os melhores videoclips sob o ponto de vista fotográfico e cinematográfico.






domingo, 1 de janeiro de 2012

CARMINA BURANA

Conforme o canto Gregoriano foi evoluindo, foram surgindo inovações dentro da música rígida e religiosa da Idade Média. Dentre essas novas evoluções tivemos os "goliards". Conhecem-se com este nome os frades que, tendo abandonado os seus conventos, pediam esmola e vagabundeavam de uma região para outra. Durante a sua estadia nos conventos, tinham recebido uma dupla formação: musical e literária, e exploravam os seus conhecimentos por meio de uma série de canções, regra geral dedicadas ao vinho, à comida e ao amor. Os textos estavam cheios de brincadeiras dirigidas ao clero, à vida de convento e aos costumes religiosos. Dirigiram-se a uma classe social muito concreta e dizia-se deles, também chamados clerici vagante, que constituíam uma primeira evidência de contra-cultura ou de cultura "underground". Perdeu-se uma grande parte das canções dos "goliards", mas chegaram até nós testemunhos dessas obras desde o século XI. O primeiro que foi localizado foi o manuscrito de Munique, que procede da Abadiade Beuron, e que foi conhecido com o nome de Carmina Burana, datado do século XII. A atividade dos "goliards" estendeu-se até ao século XV. No século passado o compositor alemão Carl Off fez uma "re-criação" do mencionado manuscrito, utilizando alguns dos seus textos. A sua obra, que tem o mesmo título, Carmina Burana cantiones profanae, foi estreada em Frankfurt em 1973. Eu encontrei esta obra legendada na net. O canto clássico é algo bem difícil para o brasileiro assimilar e gostar pois além de precisar de um bom conhecimento de cultura clássica européia ainda possui algumas coisas que apenas o europeu é capaz de entender, como a alegria com a chegada da primavera depois de um inverno gelado. Para quem gosta, eu trago esta obra e também um aprofundamento em cultura clássica. Bom divertimento. 



Hécuba  é uma personagem da mitologia grega e romana, esposa de Príamo e mãe de 19 filhos. Alguns desses filhos se tornaram famosos como Heitor, Páris e Cassandra. Viu toda a sua prole ser morta e acabou se tornando escrava. Sedenta por vingança cegou o rei Polimestor e matou dois filhos do rei trácio. Foi apedrejada pelo povo e como mordia os que a atingiam os deuses a transformaram em uma cadela cujos uivos assombravam os transeuntes.
Flora era a deusa das flores, amada pelo deus dos ventos Zéfiro. 
Febo era um outro nome de Apolo. Alguns dizem que teria sido um deus anterior a Apolo que acabou por se confundir com ele ao longo do tempo. Apolo personificava o sol e a luz. "Deitado novamente no colo de Flora, Febo novamente sorri" significa apenas que raios de sol iluminam as flores. Ê povo complicado. 
Os prêmios do Cupido e de Vênus como todo mundo já deve saber é o amor. No entanto, o que tem Páris a ver com isso? Já ouviu falar do pomo da discórdia? Dizem que a própria deusa da discórdia entregou esse presente de grego para os deuses pedindo que fosse entregue à mais bela das deusas. Isso gerou um problema já que Juno, Vênus e Atena se consideravam, respectivamente, as donas do pomo. Decidiram então entregar o pomo a Páris e pedir que ele escolhesse a mais bela. Faça como Páris no caso é escolher o amor, ou seja, escolher Vênus como a mais bela conforme é relatado no mito. 
Décio Olha, não estou bem certa sobre esse Décio, mas talvez se refira a um imperador romano famoso por sua perseguição aos cristãos (cometeu atrocidades comparáveis à de Nero, aquele que botou fogo em Roma). Foi o primeiro imperador romano a morrer na mão de povos pagãos em guerra. 

Baco era o deus do vinho. Seu rituais eram verdadeiras orgias com muito sexo, comida e bebida. 
Brancaflor foi o nome usado por várias personagens femininas nos contos do Rei Arthur. Geralmente acaba se apresentando como a consorte de um dos cavaleiros da távora redonda, o Percival ou Perceval.
 Helena aqui citada seria a de Tróia cujo amor que insuflou em Páris foi responsável por toda a guerra de Tróia. Apesar das representações em pinturas clássicas, a mais bela das mulheres da era clássica seria etíope, e portanto, negra.