quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

PEDRAS PRECIOSAS

RUBI, PODER E PAIXÃO
Na Índia, essa pedra é considerada a senhora de todas as outras. Esse povo místico e religioso acredita que a gema simboliza o equilíbrio, ao preservar a saúde física e mental de quem a usa. Por seu poder de proteção contra os infortúnios, naquele país há quem incruste um pequeno rubi na pele. Seu nome vem do latim rubeus  (rubro), fazendo referência à cor vibrante. Dependendo da quantidade do elemento cromo, assume diferentes colorações  de vermelho, do rosado ao púrpura, passando pelo tom amarronzado. Em dureza o rubi só perde para o diamante. Por sua beleza e resistência, é uma das melhores opções para a joalheria. Os rubis mais valorizados vêm da região de Burma, na Ásia, e encantam pelo vermelho intenso. 

ESMERALDA, FONTE DE AMOR E HARMONIA
Na Idade média, acreditava-se que essa pedra trazia felicidade no amor e harmonia no lar. Daí vem a tradição de se presentear a esposa com uma aliança de esmeralda no primeiro aniversário de casamento. Também, segundo a lenda, a pedra perde a cor se um dos parceiros for infiel. 
O termo grego smaragdos, que significa pedra verde, batizou a gema, que apresenta infinitas nuances dessa cor, do tom mais denso e profundo ao mais suave e cristalino. A variação depende da quantidade de cromo. Quanto mais intenso o verde, mais rara a esmeralda.
Colômbia, Brasil, África do Sul, Índia e Egito fornecem as esmeraldas de melhor qualidade. Os egípcios conhecem a pedra desde a antiguidade quando as jazidas locais eram chamadas de "minas de Cleópatra".

DIAMANTE, O BRILHO DAS ESTRELAS
Os gregos comparavam os diamantes a estilhaços de estrelas caídas na Terra. Para árabes, persas e egípcios, a pedra simbolizava felicidade, alegria e fortuna. A pureza de sua cor branca era comparada também à candura do amor: daí sua escolha para figurar nos anéis de noivado. 
A palavra grega adamas, que significa invencível, diz tudo: o diamante é a substância mais dura encontrada na natureza. Essa característica, combinada ao brilho, fez dele a gema mais cobiçada e preciosa. Composto por puro carbono, se forma a mais de 120 km de profundidade, sob temperaturas que chegam a 1500°C. 
A versão incolor é a mais conhecida, mas dependendo da mistura com diferentes elementos químicos, o diamante pode se tingir de amarelo, castanho, verde, azul, rosa, vermelho e até preto, alcançando valores altíssimos. 

TURQUESA, UM PEDAÇO DO CÉU NA TERRA
Foi uma das primeiras gemas a serem conhecidas: as rotas comerciais levavam carregamentos dela para todo o mundo conhecido da antiguidade, por volta de 3000 a.C. Daí vem seu nome, que significa pedra turca, fazendo referência aos ricos depósitos dessa pedra na região do atual Irã, antigamente sob domínio dos turcos otomanos. 
As turquesas mais comuns são riscadas por veios de minerais de ferro ou cobre, responsáveis pela coloração que vai do azul-celeste ao verde-pálido. A mais rara e cobiçada apresenta o mais puro azul. Ela é uma das poucas pedras a unir os elementos da terra, onde foi gerada, com a energia celeste, que se manifesta por meido da cor. A turquesa azul-celeste do Irã é hoje a mais valiosa, pela intensidade e pureza de sua cor. Segundo a crença popular, a pedra, ao mudar de tonalidade, dá um aviso sobre a proximidade de perigo ou de doenças. 

PÉROLA, DÁDIVA DO MAR
Ela não precisa ser polida ou lapidada e revela sua beleza no instante em que é extraída da ostra. Sua origem é cercada de mitos e lendas. Uma delas, originária do Japão, conta que as pérolas eram geradas depois de as conchas serem fecundadas pelo trovão, o dragão celestial, e alimentadas pela luz da lua. 
Em sua simbologia, a pérola está ligada à lua, à água e à mulher, representando o princípio chinês yin, a feminilidade criativa. Suas tonalidades mais comuns são as nuances de branco e creme. Também podem ser levemente azuladas, rosadas, esverdeadas ou acinzentadas. As mais raras são as negras, encontradas no Japão e no Taiti. 
Acredita-se que as pérolas tem propriedades purificadoras. Seu pó é misturado à água de rosas para acalmar os nervos, limpar o sangue, os tecidos e o sistema linfático. Os chineses vaporizam o pó de pérolas no mel, em caldos e saladas para embelezar a pele.




Nenhum comentário:

Postar um comentário