segunda-feira, 12 de novembro de 2012

CURSOS DE CINEMA EM SBC E SA


São Bernardo é a cidade que teve o primeiro estúdio de cinema com padrões profissionais do Brasil: a Companhia Cinematográfica Vera Cruz, fundada em 1949. Depois de mais de 50 anos, o município ganha destaque novamente na área audiovisual e dá espaço ao CFA (Centro de Formação Audiovisual), que oferecerá cursos gratuitos de cinema, televisão e animação, a partir de fevereiro, no Cenforpe. A inauguração acontece no próximo dia 26.
O Centro de Audiovisual faz parte de um projeto amplo associado à transformação dos Estúdios Vera Cruz numa nova proposta de negócio para a área de audiovisual. Segundo Sérgio Martinelli, coordenador geral do CFA, o principal objetivo é fomentar a economia criativa e preparar o munícipe para o mercado de trabalho. “É uma indústria que precisa cada vez mais de profissionais, então vamos oferecer uma formação artística e técnica bem intensa”, relata.
Com 1,2 mil m² de área, o centro terá infraestrutura com 60 computadores Macintosh para edição de vídeos e animação, duas ilhas de edição, cabine para dublagem e locução, quatro estúdios de aula e um estúdio de 100 m². “Com os equipamentos e profissionais que temos, os alunos vão fazendo, criticando e aprendendo, com a mão na massa”, diz. Além de toda a estrutura haverá um núcleo de produção, que permitirá empregar os próprios estudantes. O centro abrigará uma produtora e os alunos que se destacarem poderão estagiar.
O CFA vai oferecer, também, oportunidades para quem já trabalha no ramo, com cursos técnicos de formação e aperfeiçoamento para os profissionais da região. “Estamos preparando os cursos só com especialistas, gente fera”, adianta.
As inscrições para os cursos de cinema/TV e animação 2D e 3D, com duração de três semestres cada, serão abertas no dia 27 de novembro. Os interessados devem ser maiores de 16 anos e poderão se inscrever até 1º de fevereiro de 2013, pelo site saobernardo.sp.gov.br/cultura/cfa.
Santo André forma para 7ª arte
A Escola Livre de Cinema e Vídeo de Santo André já cultiva a formação de mão de obra para a sétima arte. Desde 2001, a escola municipal oferece cursos gratuitos na área de cinema e realiza projetos, oficinas e palestras nas mais variadas vertentes do assunto. Dentre os projetos que a instituição disponibiliza estão o Núcleo de Formação, curso de cinema com duração de três anos; Primeiro Foco, projeto voltado para jovens de 11 a 16 anos que aborda a linguagem cinematográfica; e Interpretação para Cinema, curso de curta duração destinado a atores e diretores.
Além dos projetos mencionados, a ELCV também fomenta, apoia e divulga expressões artísticas que compõem a arte cinematográfica. Exemplos são o Santo André Documenta, produção de documentários feitos a partir do patrimônio cultural da cidade, e o Encontro de Cinema de Paranapiacaba, que reúne exibições de curtas e longas metragens, oficinas, intervenções artísticas e bate-papos com diretores.
Sérgio Pires, coordenador geral da escola, destaca que o ponto forte da instituição está na metodologia de ensino. “As disciplinas vão sendo construídas no decorrer do curso de acordo com as características de cada turma”, conta.
A ELCV também procura mesclar alunos com e sem experiência para melhorar o aproveitamento das turmas. “Sempre nos pautamos pela diversidade. A formação das turmas é feita com perfis diferentes de pessoas”, completa Sérgio Pires.
Os interessados em se inscrever nos cursos da ELCV devem verificar a programação no site escolalivredecinema.wordpress.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário