segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

A CIÊNCIA NO CINEMA: SUPER HOMEM


O Super-homem arriscou demais em SUPERMAN IV: EM BUSCA DA PAZ (1987), ao levar a mocinha ao espaço. Se o filme fosse cientificamente correto, ela morreria de frio, pois não resistiria a temperaturas inóspitas, abaixo de -250 graus centígrados, ou sucumbiria diante da falta de oxigênio. Além disso, estaria exposta a radiações cósmicas nocivas. Outro passeio espacial absurdo foi empreendido pelo herói em SUPERMAN, O FILME (1978). Voando velozmente em torno da Terra, ele reverte sua rotação, fazendo o tempo voltar. Mesmo que isso fosse possível, não daria certo, pois não há qualquer relação entre a rotação da Terra e o passar do tempo. Ainda nesse filme, ao levantar uma enorme rocha, na tentativa de conter um terremoto, o Super-homem afronta a terceira lei de Newton, segundo a qual para cada força existe outra igual, em direção oposta. No caso, a força contrária exercida pela rocha deveria enterrar o herói no chão - não importa a sua superforça, as rochas abaixo dele é que não suportariam o peso levantado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário