sábado, 4 de dezembro de 2010

CÂMERAS AUTOMÁTICAS, COMO ESCOLHER


Esses dias dei uma passada na Santa Efigênia para comprar uma câmera fotografica digital. Nas oficinas umas das coisas que mais me perguntam é a respeito de como escolher uma câmera digital. Olha, não é fácil. Isso porque todos os dias uma nova câmera é despejada no mercado e é um pouco impossível estar 100% atualizado a respeito de tudo. Então vou tentar fazer um guia básico e esperar que você, ao comprar sua máquina, use de bom senso. Tenha a certeza que aquilo que custa um valor x hoje estará custando a metade dentro de um ano. Uma pergunta que deve estar sempre em mente é esta que pesa o valor custoxbenefício. Por mais fashion que seja caminhar por aí com uma câmera profissional, talvez uma pequena câmera digital seja o ideal para você nesse momento. Como saber? Se você usa a fotografia para bater fotos pessoais, de família, de viagens e de amigos, a câmera pequena, com lente fixa e flash embutido, com visor óptico ou digital, vai atender às necessidades de 90% das imagens que você deseja registrar. Mesmo que você seja um iniciante, esse é o equipamento certo para você. Quase todas essas câmeras têm um tipo de ajuste automático que qualquer um consegue manusear. Os melhores modelos disponíveis no mercado também têm ajustes manuais para ajudá-lo a expandir seus horizontes fotográficos como e quando quiser. Decidiu por comprar uma pequena câmera digital? Ótimo. Então vamos ver no que se precisa prestar atenção:

- O sensor de imagem deve ser de pelo menos 5 megapixels. Hoje em dia é bobagem comprar abaixo de 8 megapixels. Arriscaria dizer que dentro de um ano será bobagem comprar abaixo de 10 megapixels. No entanto fique atento ao seguinte. A câmera pode ter uma super capacidade de captura mas o olho humano tem um limite para se beneficiar com essas melhorias. Em resumo não vai adiantar você ter um sensor de 100 megapixels se o seu olho só captura 20. É por isso que você está vendo chegar uma nova leva de máquinas inteligentes que acabam tendo outras habilidades já que a qualidade de imagem já chegou, em termos de mercado, em uma certa saturação.

- Escolha a lente com zoom óptico e evite o zoom digital pois ele simplesmente corta uma parte da imagem para aproximá-la o que faz a imagem ficar péssima. Quando eu comprei a minha acabei optando por uma lente Carl Zeiss, reconhecida mundialmente como uma marca alemã de qualidade na área. A Carl Zeiss já existe há mais de 100 anos. Praticamente nasceu com a fotografia.

- A câmera deve ter uma seleção de ajustes e regulagens manuais que dêem espaço para você usar criatividade, além de flash embutido com opção para redução de olhos vermelhos. A minha acabou pecando nesse aspecto. Tem poucas opções de ajuste. Novamente o que pesou foi a questão custo x benefício. A minha intenção é adquirir em alguns meses uma máquina reflex profissional. Então esta máquina seria apenas uma assistente para a máquina principal. Leve em conta o seu objetivo principal ao comprar a máquina antes de adquiri-la.

- Assegure-se de que a tela de LCD da câmera é grande o suficiente para ajudá-lo a conferir e avaliar suas fotos.

- Tenha certeza de que a duração da bateria é longa; quanto maior, melhor. Evite as que funcionam com pilhas. É muito comum você ver promoções em grandes lojas de câmeras aparentemente boas que funcionam com pilhas. Nada é mais frustrante do que você ter de ficar controlando a quantidade de imagens por conta das pilhas. O meu plano é adquirir outra bateria sobressalente. E sempre tire a bateria da câmera para não ter uma surpresa desagradável.

- Confirme a forma pela qual a câmera descarrega as imagens para o computador. Parece um conselho idiota, mas já vi venderem câmeras onde você acaba tendo de comprar depois um adaptador para poder descarregar no pc. No mínimo, tem de ter um cabo USB.

- Escolha um modelo que use os cartões de memória mais comuns.

- Com relação à marca, isso é mais difícil do que discutir qual o melhor time de futebol. O que eu posso dizer diz respeito à minha experiência. Até o momento a Sony tem sido a melhor marca com qual trabalhei nos últimos anos. Tenho um amigo que reclamou muito da Sansung. Mas no final isso pode ser apenas uma questão de sorte.

- Sempre pergunte do cartão de memória. É muito comum você ver uma hiper promoção da câmera e depois descobrir que tem que comprar o cartão de memória à parte. Se possível, tenha dois, pelo mesmo motivo da bateria. Tendo dois cartões, acostume-se a revesá-los para não correr o risco de perder todo um lote caso um deles decida pifar. Cartões também morrem sabia?

Estes são os conselhos que dou para quem quer comprar uma câmera digital simples. Depois vou falar da câmera digital profissional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário