quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

A MÁQUINA DO TEMPO


O herói do romance The Time Machine (A máquina do tempo), que o jovem Wells publicou em 1895, viaja, mediante um artifício mecânico, para um futuro remoto. Descobre que o gênero humano se dividiu em duas espécies: os elói, aristocratas delicados e inermes que moram em ociosos jardins e se nutrem de fruta, e os morlocks, estirpe subterrânea de proletários que, à força de trabalhar no escuro, ficaram cegos, e que continuam pondo em movimento, instados pela mera rotina, máquinas enferrujadas e complexas que nada produzem. Os dois mundos são unidos por poços com escadas em espiral. Nas noites sem Lua, os morlocks surgem de sua clausura e... este é um excelente livro de ficção, clássico no gênero e que merece ser lido :p

Nenhum comentário:

Postar um comentário