sábado, 2 de fevereiro de 2013

COR SÉPIA

Toque envolvente
Ao folhear velhos álbuns de família e observar as fotografias de nossos avós, já gastas pela ação do tempo, o coração é envolvido por uma certa nostalgia. Um pouco desse sentimento é provocado pela cor amarronzada das cópias: a sépia, uma tonalidade de castanho, mais acinzentada ou avermelhada, que misturada a outras cores, tinge as imagens do passado. "Com um toque de azul ou verde, a sépia ganha um ar antigo, enquanto o vermelho e o amarelo a esquentam e proporcionam a sensação de calor e aconchego", explica Patrícia Douat Garcia, consultora de psicodinâmica das cores, de São Paulo. 
Como outros tons de marrom, a sépia também transmite segurança, estabilidade e enraizamento. "Nos ambientes e nas roupas, o marrom é calmante e nos permite o aconchego no colo da mãe natureza", diz a estudiosa americana Lilian Verner Bonds no livro A Cura pelas Cores da ed. Bertrand Brasil.
Com ares de passado
O clima misterioso e envolvente da sépia remete aos primórdios da fotografia, no século 19, quando essa cor era uma característica intrínseca das cópias obtidas. "Hoje, o efeito envelhecido pode ser obtido ao passar as cópias em preto-e-branco por um processo químico chamado viragem", ensina Paulo Rossi, professor de fotografia da Faculdade de Comunicação e Artes do Senac, de São Paulo. As modernas câmeras digitais também têm um dispositivo que possibilita bater a foto já na cor sépia. O recurso combina especialmente com paisagens, imagens e retratos românticos.
Texto: Wilson F. D. Weigl

2 comentários:

  1. Legal o texto, amei a foto quero um vestido assim hehe

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Olha pra conseguir esse efeito de cor só se for com muito Photoshop mesmo.

    ResponderExcluir