terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

ISBNs, ISSNs e Códigos de barras

Um ISBN (Internacional Standard Book Number) é um número de treze dígitos; um ISSN (International Standard Serial Number) é um número de oito dígitos (para periódicos). Esses números constituem um endereço único para sua publicação, identificando seu editor bem como seu título e origem geográfica. Não é possível dois ISBNs ou ISSNs iguais. Você precisa de um ISBN? Se você quer distribuir seu livro via livrarias, bibliotecas, internet, lojas de museu e outros canais comerciais, então precisará de um. Se você está usando seu livro apenas como presente, um item promocional, um portfólio pessoal, uma lembrança, ou para qualquer fim que não seja o varejo, então um ISBN não é necessário. 
Você precisará de um novo ISBN sempre que ficar uma revisão substancial do conteúdo ou do projeto gráfico de seu livro. Toda versão de seu livro requer um ISBN distinto, inclusive se é brochura ou capa dura, versões em áudio ou e-books e assim por diante. A fim de obtê-los, você deve se registrar como editor em uma agência emissora. No Brasil, a Fundação Biblioteca Nacional controla a Agência Brasileira do ISBN (www.bn.br/isbn). 

Códigos de barras
O código de barra para publicação representa seu ISBN ou ISSN bem como informações de preço em uma fonte que pode ser lida por equipamento de leitura digital. Ter um código de barras é essencial se você quiser distribuir seu livro no comércio. Os códigos de barras são disponíveis de vários serviços de publicação pagos, que são encontrados facilmente on-line. Você precisa ter seu ISBN ou ISSN antes de ter um código de barras. Algumas empresas que atendem a pedidos de impressão sob demanda podem lhe fornecer um ISBN (porém, no Brasil, ele sempre será expedido pela Agência Brasileira do ISBN da Biblioteca Nacional), como parte de seus serviços.

Trecho tirado do livro A PRODUÇÃO INDEPENDENTE - INDIE PUBLISHING editado por ELLEN LUPTON. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário