sábado, 3 de dezembro de 2011

POESIA & MÚSICA

Olá, estreando novo tipo de postagem buscando encontrar poesias que foram "musicalizadas". Iniciamos aqui com
MONTE CASTELO de RENATO RUSSO

A letra desta música mescla uma passagem bíblica, no original:
1 Coríntios 13
1 Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. 
2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. 
3 E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. 
4  O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. 
5 Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; 
6 Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; 
7 Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. 
8 O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; 
9 Porque, em parte, conhecemos, e em parte profetizamos; 
10 Mas, quando vier o que é perfeito, então o que o é em parte será aniquilado. 
11 Quando eu era menino, falava como menino, sentia como menino, discorria como menino, mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. 
12 Porque agora vemos por espelho em enigma, mas então veremos face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei como também sou conhecido. 
13 Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor. 

Com um poema de Luís de Camões:


Amor é um fogo que arde sem se ver, 
é ferida que dói, e não se sente; 
é um contentamento descontente, 
é dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer; 
é um andar solitário entre a gente; 
é nunca contentar se de contente; 
é um cuidar que ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade; 
é servir a quem vence, o vencedor; 
é ter com quem nos mata, lealdade.

Mas como causar pode seu favor 
nos corações humanos amizade, 
se tão contrário a si é o mesmo Amor? 

Camões também escreveu o famoso OS LUSÍADAS, sua obra mais conhecida. Essa foto acima é considerada a mais próxima da realidade e ele não tinha um olho mesmo, não foi erro de desenho. O perdeu lutando na África após se alistar tentando fugir de uma desilusão amorosa. 
Renato Russo era o vocalista do famoso Legião Urbana que criou muitas músicas memoráveis que ainda hoje fazem a cabeça da moçada como EDUARDO E MONICA, FAROESTE CABOCLO, ÍNDIOS, TEMPO PERDIDO entre outras. Renato Russo foi mergulhando em músicas cada vez mais existenciais e, por que não dizer, depressivas. Dizia-se na época que ele estava depressivo e vivendo à base dos remédios pois se desconfiava que ele fosse soro positivo apesar de nunca ter assumido ser portador do vírus da AIDS enquanto esteve vivo. 

STRANI AMORI foi seu último videoclip lançado em janeiro de 1996.

Nenhum comentário:

Postar um comentário