sexta-feira, 6 de agosto de 2010

EVGEN BAVCAR, O FOTÓGRAFO CEGO

Pois é, quando você acha que já viu de tudo... não é que tem um fotográfo que é cego? Ainda estou procurando pelo mudo que canta mas pelo menos esse existe mesmo. Mas se paramos para pensar é fácil de perceber que o mundo existe independente de você enxergá-lo ou não.
O mundo não é separado entre os cegos e os não cegos. A fotografia não é exclusividade de quem pode enxergar. Nós também construímos imagens interiores. Quem afirma isto à exaustão é Evgen Bavcar, fotógrafo, filósofo e cineasta. Nascido na Eslovênia, Bavcar ficou cego aos 12 anos de idade em dois acidentes. O olho esquerdo perdeu a visão quando perfurado por um galho de árvore. O olho direito foi afetado durante a explosão de um detonador de minas com o qual ele brincava. Em oito meses havia perdido a visão completamente. Por volta dos 17 anos, Bavcar conheceu a fotografia através de sua irmã, que lhe emprestou uma câmera fotográfica para que ele fotografasse uma menina do colégio por quem era apaixonado. Desde então, ele afirma ter descoberto uma forma de exteriorizar suas imagens interiores e comunicar-se com os outros.
Doutor em História, Filosofia e Estética pela Universidade de Sorbonne, na França, Bavcar vive em Paris e viaja o mundo, mostrando às pessoas que a imagem não precisa ser explicitamente visual. Bavcar esteve no Brasil no final do ano passado participando do congresso Arte Sem Barreiras, em Belo Horizonte. Durante a visita ao Brasil, também ministrou um workshop para um grupo do Instituo Londrinense de Cegos. Durante o workshop, mostrou que os cegos enxergam com o toque e desenvolvendo outros sentidos é possível perceber o mundo com a mesma eficiência que aquelas pessoas que empregam apenas o sentido visual. Também ensinou conceitos como sombras e horizontes para cegos de nascença. O teu horizonte é ate onde você pode ver. Se você vê com as mãos, logo o teu horizonte é até onde você pode tocar.
Poliglota, fala francês, espanhol, italiano, alemão, inglês, esloveno e servo croata. Sempre causando polêmica por onde passa, Bavcar não se intimida diante daqueles que não admitem que um cego possa fotografar. Para a execução das suas fotos, conta com a ajuda de sua irmã e com técnicas desenvolvidas ao longo dos anos. Entre algumas características do seu trabalho, destaca-se a composição da luz em contraste com ambientes totalmente escuros.
Freqüentemente também usa a técnica de multi-exposições e procura sempre interferir em seus trabalhos. Veja a seguir algumas fotos dessa pessoa tão singular.
























4 comentários:

  1. Quis me seduzir de novo? Pô, não vale... Aaaaaa eu gosto tanto dele. Sou apaixonada pela foto do pierrot.

    ResponderExcluir
  2. que nada é que esta aula tava pronta aqui dando sopa

    ResponderExcluir
  3. mas como ele fazia essas "montagens"? Como essas mãos pelo corpo da mulher... To besta.

    ResponderExcluir
  4. Ele tem uma auxiliar para descrever as imagens que está criando e gosta de fazer a revelação manualmente sobrepondo exposições, por isso você tem estas imagens sobrepostas.

    ResponderExcluir