sábado, 29 de outubro de 2011

ESPECIAL BONITO - DIA 5


No quinto dia nos foi oferecido duas possibilidades. A saída para o Pantanal na Fazenda San Francisco com transporte e almoço incluído pelo valor de 233 reais. A proposta deste passeio é a de fazer um safári fotográfico em carro aberto pelas reservas florestais, lavouras irrigadas, matas preservadas e trilhas suspensas sob a mata ciliar do rio Miranda. Também é feito passeio de chalana com pescaria no Corixo São Domingos. Aliás, fazer pescaria perecer ser o sonho de metade dos turistas masculinos que para lá vão. Durante o período em que estive descarregando as imagens em uma Lan House descobri que para se pescar lá é preciso uma licença. Então se você vai para lá com este intento, é melhor pesquisar antes para não ficar como os que lá estavam, doidos para resolver tudo pela internet em tempo de poder ir pescar. 
Sinceramente, eu não fiz esse passeio por dois motivos: por ser o pacote mais caro e por não ser exatamente um passeio por Bonito e sim uma extensão para localidades próximas. Concluí que o Pantanal merece uma viagem só para ele, mas esta é a minha opinião. Entre os que foram o que constatei foi o seguinte. As pessoas que fizeram apenas o passeio o acharam interessante porém cansativo. As que foram e pernoitaram na fazenda, fazendo também o safári noturno voltaram encantadas. Então talvez, se você deseja mesmo conhecer o Pantanal dentro do passeio para Bonito, seja interessante pensar em pernoitar na fazenda.

A segunda opção é a visita ao Balneário do Sol que sai por 48 reais. Recomenda-se levar roupa de banho, toalha e troca de roupa. A estrutura deste Balneário é bem parecida com a do Balneário Municipal.
 Também é um lugar para se relaxar, nadar com os peixes e tomar sol.
 A diferença é que o rio é menor, porém a infra estrutura do lugar é melhor. E este rio conta com pequenas cachoeiras e uma tirolesa, coisa que não existe no Balneário Municipal.



Mas existe um diferencial no Balneário do Sol que não existe no Municipal. Aqui, existe um bando de macacos que visita de tempos em tempos o local atrás de milho. Eles estão habituados com o contato humano então esta é uma oportunidade de ver o bicho pegar a comida diretamente de sua mão. E como eles chegam bem perto é possível conseguir uma boa foto.
 Apenas tome cuidado com seus pertences. Eu quase perdi meu celular nesta brincadeira.
 E saiba que eles são capazes de tudo para roubar a ração de milho.


Se você fizer esse passeio pode optar à noite por uma ida ao um restaurante, como o Pantaneiro ou o Castellabate para experimentar os diferentes tipos de carne da região. Ou simplesmente comer um X-Jacaré no Império da Gula. 
Mas antes, aproveite para visitar o Projeto Jibóia que atende todas as noites a partir das 19 horas pelo valor de 20 reais. Ali você aprende uma série de curiosidades sobre as cobras, aprende a perder o medo que sente destes animais e tem a oportunidade de bater uma foto com uma jibóia pendurada em seu pescoço. 

Com certeza é uma experiência diferente. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário