sábado, 26 de março de 2016

AS 9 NECESSIDADES BÁSICAS DO SER HUMANO


SUBSISTÊNCIA - É ter onde morar, o que comer e um trabalho que traga satisfação. Isso, de acordo com Max Neef, promove saúde física e mental, equilíbrio e bom humor. 
PROTEÇÃO - É tudo aquilo a que o cidadão tem direito, como um sistema de saúde eficiente, segurança de ir e vir. É a sensação de estar protegido, seguro. O que isso gera? Autonomia e solidariedade. 
AFETO E AMOR - Ter amigos com quem contar, familiares próximos ou mesmo um animalzinho para cuidar são essenciais entre as necessidades humanas, de acordo com a teoria do economista chileno. Essas relações aumentam a autoestima, a tolerância, a receptividade e os sentimentos bons, como a generosidade e a compaixão. 
PARTICIPAÇÃO - É cooperar com o todo, colocar em prática seus deveres como cidadão, reciclando lixo, economizando água ou fazendo alguma atividade voluntária. A participação traz a sensação de estar adaptado ao meio. Gera também solidariedade, entrega, respeito e disposição.
COMPREENSÃO - Quer dizer compreender e ser compreendido. A educação formal ou informal tem peso aqui. Ler, conversar, ter acesso à informação e sociabilizar promove a satisfação, pois com base nisso se desenvolvem consciência crítica, disciplina e intuição.
ÓCIO - Carpe diem literalmente é aproveitar o tempo livre para lazer, sair com a família e os amigos, fazer algo prazeroso. Seja ler um livro, seja viajar para um lugar calmo, o ócio ajuda na criatividade, imaginação e receptividade. E, de quebra, deixa qualquer um mais tranquilo e em paz.
CRIAÇÃO - É fazer aquilo que dá prazer, no trabalho ou nas horas livres, desenvolvendo habilidades e talentos. Por exemplo, descobrir a capacidade de inventar, construir, interpretar ou desenhar. Os resultados são intuição mais apurada e percepção da realidade.
IDENTIDADE - É composta pelo conjunto de valores de cada um: símbolos, linguagem, religião, cultura. Isso traz a sensação de pertencer, de fazer parte de um grupo.
LIBERDADE - É ter igualdade de direitos, poder ir e vir com tranquilidade, respeitar e ser respeitado. 
Texto tirado da revistas Bons Fluidos, Jul/2003 escrito por Ana Holanda

Nenhum comentário:

Postar um comentário