sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

FRANCIS BACON

Esta imagem aterradora, baseada num famoso retrato de Diego Velázquez representa a expressão torturada de um papa respingado de sangue, preso a uma estrutura tubular, semelhante a um trono sem estofamento. O fundo, feito com dramáticas pinceladas verticais, borra cruelmente a figura que grita indefesa, sentada com os pulsos amarrados. 

Embora as fontes de inspiração e os temas de Bacon muitas vezes se baseassem em imagens reais ou tradicionais - antigas obras-primas da pintura, fotografias de jornais, fotos de cenas de filmes ou raios X, por exemplo -, o tratamento que lhes dava era chocantemente perverso.
Como nesta pintura, ele destacava as profundezas abomináveis e às vezes repugnantes da psique humana, com intensidade horripilante.
Embora suas primeiras obras tenham sido comparadas às do artista Graham Sutherland, Bacon acabou por desenvolver sua linguagem própria, tornando-se mais conhecido por suas distorções freqüentemente aterradoras da forma humana. 
Francis Bacon nasceu em Dublin em 1909 e morreu na Espanha em 1992. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário