quarta-feira, 13 de julho de 2011

AS TRÊS NINFAS


Originalmente concebida como uma representação clássica das Três Graças do mito, esta estátua de bronze tem grande solidez e peso em suas curvas suaves e arredondadas e seus movimentos reservados. Embora a concepção de Aristide Maillol (França 1861-1944) tenha mudado enquanto ele trabalhava nos moldes de gesso, e efeito de espelho dos três nus, dando a impressão de três vistas da mesma moça, também é típico da representação clássica das três Graças. Maillol não adotou as superfícies ásperas, as formas fluidas e a intensa energia de seu contemporâneo Auguste Rodin. Estava mais interessado na calma do que na dramaticidade, na serenidade atemporal do que nas expressões e emoções passageiras, buscando o eterno mais do que o momentâneo. Depois de passar vários anos desenhando tapeçarias, na segunda metade de sua vida concentrou-se quase exclusivamente em esculpir o nu feminino, revivendo as idéias clássicas da Grécia do século V a.C., em que as figuras eram fixas e monumentais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário