quinta-feira, 14 de julho de 2011

GALATÉIA


Uma ninfa nua e sensual está languidamente sentada numa gruta exótica, fantasticamente decorada com uma profusão de anêmonas, corais e outros elementos da flora mineral. É observada por um estranho monstro de três olhos. Este quadro baseia-se numa história da mitologia grega, que fala do amor não correspondido do ciclope Polifemo pela nereida Galatéia. As miríades multicoloridas de flores aquáticas e a suavidade da execução conferem à pintura uma característica mágica e onírica. Gustave Moreau (França 1826-1898) estava associado ao movimento simbolista, cujos pintores se afastavam do naturalismo objetivo dos impressionistas. Preferiam buscar inspiração numa síntese imaginativa de fontes literárias e mitológicas. Como neste quadro, eles utilizavam a cor e a forma para conferir a suas obras um significado mais expressivo do que descritivo. Moreau também fez inúmeras aquarelas, altamente apreciadas por seus contemporâneos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário