quarta-feira, 6 de julho de 2011

CUPIDO E PSIQUE

Com as asas não recolhidas, Cupido aterrisa para fazer reviver sua amada Psique com um terno abraço. O foco da escultura é criado por seus braços entrelaçados e seu olhar amoroso. Seus corpos suaves e membros delicados criam uma sensação de paixão jovem, em toda a sua inocente pureza; toda a cena inspira graça e leveza. A escultura de Antonio Canova (Italia 1757-1822) é um magnífico exemplo do ideal neoclássico de perfeição e forma e acabamento. No entanto, ele também era capaz de expressar o ardor que pulsa sob a pele fina de mármore dos amantes. Canova fez uma carreira de destaque em Veneza, sua terra natal, onde recebia encomendas para fazer monumentos públicos, túmulos e estátuas. Também estabeleceu uma escola para artistas jovens. Como emissário do papa, viajou através da Europa, solicitando a devolução de obras de arte pilhadas durante as guerras napoleônicas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário