sexta-feira, 15 de julho de 2011

PERSEU LIBERTANDO ANDRÔMEDA

Cristas de ondas fantásticas e encrespadas ecoam o horror do monstro atacando Andrômeda, acorrentada a uma rocha. Correndo para resgatar seu verdadeiro amor, Perseu é representado primeiro voando ao encontro da cena, vindo da direita, e depois sobre as costas do monstro, prestes a matar a fera. Temas da mitologia clássica eram apreciados na Renascença, pois significavam que o proprietário conhecia os textos antigos, em voga na época. Esta obra faz parte de uma série que em outros tempos esteve no palácio da família Strozzi, em Florença. Piero di Cosimo (Italia 1461-1521) frequentemente representava seus temas de maneira bizarra, o que provocava rumores a respeito da excentricidade de seu próprio comportamento. Viveu como eremita durante muito tempo, e dizia-se que só comia ovos duros - história bastante inverossímil. Também trabalhava fazendo desenhos para máscaras, festivais e procissões.

2 comentários:

  1. aonde voce esncontra todas essas estórias gosto pra caramba....

    ResponderExcluir
  2. Eu vou coletando dos livros que eu leio. Aí, se eu precisar de novo, fica fácil de achar aqui.

    ResponderExcluir