sábado, 23 de julho de 2011

HISTÓRIA DO ROCK - ULTIMA PARTE

Ficou faltando falar dos discos que revolucionaram a história do rock internacional. Então vamos lá:

REVOLVER - THE BEATLES
Todos os discos da banda são importantes, mas Revolver, de 1966, revolucionou. Além do abuso de efeitos sonoros, criou sons mais pesados, como Taxman.


ELECTRIC LADYLAND - THE JIMI HENDRIX EXPERIENCE
A experimentação feita nesse disco de 1968 é revolucionária até hoje. A impressão é de que não havia limites para Hendrix e sua guitarra incendiária.


TOMMY - THE WHO
A obra-prima do guitarrista Pete Townshend saiu em 1969, pouco antes da apresentação no Festival de Woodstock. Foi a primeira ópera-rock lançada. Em 1975, a obra virou filme.


KICK OUT THE JAMS - MC5
A banda barulhenta de Detroit gravou esse disco em 1969. As letras questionam a política, para desespero dos próprios na época. Ali nasceu o que depois seria chamado de punk.


BLACK SABBATH - BLACK SABBATH
Ozzy Osbourne e sua trupe criaram no album de estréia em 1970 um novo jeito de tocar. Com guitarra pesada e letras macabras, viraram referência para o que veio depois.


KILLERS - ALICE COOPER
Enquanto todos se preocupavam apenas com a música, Alice foi além e trouxe para o palco sangue falso e guilhotina, teatralizando o rock. Killers, de 1971, é marca disso.


THE RISE AND FALL OF ZIGGY STARDUST - DAVID BOWIE
De cara, ele já chocou ao aparecer como andrógeno e fez disso sua marca. O álbum, de 1972, foi referência para a música britânica dos anos de 1980. Ele era tipo o Ney Matogrosso dos gringos. Francamente, não sei qual dos dois apareceu primeiro. Bowie também era um bom ator. Teve uma atuação que merece ser vista em Furyo, em nome da honra.


DARKSIDE OF THE MOON - PINK FLOYD
O oitavo álbum da banda pode ser considerado o disco perfeito por ser um dos poucos a não ter uma única canção mediana. De 1973, traz Beathe e The Great Gig in the Sky.


A NIGHT AT THE OPERA - QUEEN
Em 1975, Queen se arriscou e foi feliz na proposta: peso e referências de ópera. Vocais magníficos, jamais escutados até então dão brilho a músicas como Behemian Rhapsody.


POWERSLAVE - IRON MAIDEN
A capa por si só já é um trabalho incrível. O álbum de 1984 traz melodias ricas e belos duetos de guitarra. A turnê teve parafernálias, com palco grandioso, sendo uma das mais extensas.


MASTER OF PUPPETS - METALLICA
Do heavy metal veio o thrash metal, e Master Of Puppets (1986) é um dos discos mais importantes do estilo. Letras inteligentes e músicas inteligentes. Destaque para Battery.


NEVERMIND - NIRVANA
E então surgiu o grunge. Barulhenta, a banda de Kurt Cobain desfilou músicas como Come As You Are e Smells Like Teen Spirit. É referência da década de 1990.


Nenhum comentário:

Postar um comentário